domingo, 9 de dezembro de 2012

Festival de Música - Baturité

FESTIVAL MÚSICA NO MACIÇO DE BATURITÉ SERÁ MARCADO PELA PRESENÇA DE GRANDES MÚSICOS
O Festival Música no Maciço de Baturité começa no dia 14 de dezembro, sexta-feira. O evento traz como proposta aliar arte, educação e difusão cultural por meio da realização de residências artísticas e apresentações culturais, promovendo o desenvolvimento sociocultural no estado do Ceará. As atividades seguem até o dia 20 de dezembro e se dividem entre oficinas, pela manhã e à tarde, e, no turno da noite, apresentações de artistas como Marcos Lessa (dia 14), da Orquestra de Flautas Cidadania Como Arte e Cultura (dia 15) e dos alunos do Festival, acompanhados de seus professores, os músicos Amanda Nunes, David Calandrine, Thiago Rocha e Thiago Almeida (dia 18) e Robson Lima, Cainã Cavalcante, Hermano Bezerra e Pantico Rocha no (dia 19).
 
No dia 14, o evento começa com uma cerimônia de boas vindas, em que se apresentarão o coordenador pedagógico Heriberto Porto e os professores ministrantes das oficinas do Festival. Após a abertura oficial, subirá ao palco Marcos Lessa. O artista cearense, vencedor na categoria “melhor interprete por aclamação popular” do I Festival da Assembléia Legislativa do Ceará, possui um amplo repertório que abrange grandes nomes do samba e da musica popular brasileira e nordestina.
 
A partir do dia 15, começam as oficinas do Festival, abordando aspectos práticos e teóricos do aprendizado da música. Após o primeiro dia de aula, a apresentação da Orquestra de Flautas Cidadania Como Arte e Cultura, projeto da ONG Ponto de Acesso a Arte Cultura e Cidadania que já possui cinco anos de experiência e trabalha com 180 crianças de Baturité, abrilhantará a noite.
Mas o maior sucesso do Festival Música no Maciço de Baturité será garantido pelo desempenho dos alunos, que subirão ao palco nos dias 18 e 19, acompanhados e orientados pelos professores Heriberto Porto (coordenação pedagógica, clarinete, sax e flauta transversa), Amanda Nunes (canto), Pantico Rocha (bateria), David Calandrine (violão), Robson Lima (flauta doce), Hermano Bezerra (contrabaixo), Cainã Cavalcante (guitarra), Thiago Almeida (teclado) e Thiago Rocha (clarinete, sax e flauta transversa), para apresentar uma prévia dos resultados desses sete dias de muita música e aprendizado.
Serviço
FESTIVAL MÚSICA NO MACIÇO DE BATURITÉ
De 14 a 20 de dezembro, no Mosteiro dos Jesuítas, em Baturité.
Informações: (85) 3262.7230
 
Release –Coordenação Pedagógica
Heriberto Cavalcante Porto Filho é Professor na Universidade Estadual do Ceará nas disciplinas de flauta transversal, música de câmera, harmonia no Bacharelado em Instrumento/Flauta e improvisação no Bacharelado em Música Popular. Leciona ainda as diciplinas harmonia e ritmica da licenciatura em música. Nasceu Aracati, Ceará em 1964. De 1983 a 1995 estudou no Conservatório Real de Música de Bruxelas, na Bélgica. De 1990 a 1995 estudou jazz e improvisação em Bruxelas com Fabrizio Cassol, na Academia de Etebeeck e Steve Houben no Conservatório Real. Atualmente reside em Fortaleza e é flautista nos grupos Syntagma, Marimbanda e Quinteto Alberto Nepomuceno, com os quais gravou vários CDs. Em janeiro 2011 ministrou oficinas de música brasileira no Conservatório de Briançon, nos Alpes Franceses. Em dezembro de 2011 realizou show em Wateloo, na Bélgica dentro do Festival Europália Brasil. Em 1996, lançou na Bélgica o CD “Music of Latin-America” com obras de Piazzola, Garoto e Celso Machado e "Cheiro de Choro" com Nono Garcia e Henri Greindl. Em 2009 realizou turnê na França e na Bélgica com a Marimbanda.
É responsável junto à Associação Amigos do Piano do Ceará pela seleção de bolsistas cearenses do projeto "Briançon, tempo de Brasil" do Conservatório de Briançon na França, projeto patrocinado pelo Governo do Estado do Ceará.
Releases - Professores
Amanda Nunes é graduada em Licenciatura em Música pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). É professora de musicalização, violão, percussão e coral, tendo atuado no Ensino Infantil e Fundamental. Tem realizado também pesquisas e oficinas nas áreas de percussão vocal e corporal associadas ao canto em grupo na cidade de Fortaleza-CE, em espaços como a Escola Viva Música Viva (2010), I Encontro de Música Percussiva da UFC (2010), Encontros Universitários UFC (2011), Centro Cultural Banco do Nordeste (2011), dentre outros, trabalhando em parceria com a professora e musicista Lenina Silva. Atualmente participa do Grupo Vocal “Seios da Face” (composto apenas por vozes femininas) e do “Grupo de Música Percussiva Acadêmicos da Casa Caiada” atuando como cantora, violonista, percussionista e arranjadora (ambos os grupos são projetos de extensão da Universidade Federal do Ceará).
O Multinstrumentista Cainã Cavalcante com seus 22 anos já mostrou seu talento nos palcos e em estúdios com grandes referências da música nacional e internacional. Estudou no Conservatório de Música Alberto Nepomuceno através do professor Rogério Jales, quem o preparou para a sua primeira participação em concursos violonísticos. Conquistou o 1° lugar no IV Concurso Nacional de Violão “Musicalis”, realizadoem São Paulo no ano de 2000.Gravou seu primeiro CD solo em 2001 com o titulo “Morador do Mato”,comprodução de Manassés de Sousa, Tarcísio Sardinha, Aroldo Araújo e participação mais do que especial do poeta e padrinho de batismo Patativa do Assaré. A convite do músico Celinho Barros se apresentou no espaço “Mam`Bia”(uma casa de cultura de Cabo Verde). No sul da França, na cidade de Chntloup-Les-Vignes, tocou um autêntico forró nordestino ao lado do músico brasileiro Renato Velasques e do Maestro Júlio Pardo (Argentino). Em 2013, Cainã Cavalcante se prepara lançar seu primeiro DVD. Incluindo convidados especiais, como: Raimundo Fagner, Dominguinhos, Adelson Viana, Nonato Luiz, a dupla Italo e Renno, entre outros.
David Calandrine é músico violonista, compositor e arranjador. Professor do Conservatório de música Alberto Nepomuceno, onde leciona violão e prática de conjunto. Foi coordenador do Festival Cearense de Violão (2010/2011), e diretor musical do Quintessência (quinteto de violões). Em 2010 gravou o CD Preservação da Cultura Violonística do Ceará, com obras de compositores autodidatas, resultado da pesquisa do professor José Mário de Araújo. A convite da Professora Luciana Gifoni, em 2006, gravou o CD Cantares Bohêmios, com composições de Ramos Côtoco. Vencedor do 1º festival da FM UNIVERSITÁRIA (2010) na categoria música instrumental. Atualmente é integrante do grupo Sintagma.
Luis Hermano Bezerra iniciou-se no estudo do baixo elétrico com a orientação do professor Miquéias dos Santos, é graduando do curso de licenciatura em música da Universidade Estadual do Ceará e participou de diversos cursos e festivais de música, como o curso internacional de verão de Brasília (DF), em 2010, em que estudou harmonia com o húngaro Ian Guest. Integrou os grupos de música instrumental Jazz aos Vinte e Guichê 3. Participou de shows e gravações ao lado de nomes como Rodrigo Gondim, Bob Mesquita, Tito Freitas, Miquéias dos Santos, Marcio Resende, Luizinho Duarte, Heriberto Porto, Tiago Almeida, Cainã Cavalcante e Tiago Rocha.
Pantico Rocha é instrumentista, compositor e produtor musical.Ainda cedo na região do Cariri, começou a dar seus primeiros passos musicais.Já em Fortaleza chegou a cursar licenciatura em música pela universidade estadual do Ceará (UECE), onde na época por não ter especialização na sua área( bateria e percussão), ajudou ao músico a optar em ir para o Rio de Janeiro, onde se encontra a quase 25 anos. Ainda no Ceará, tocou com quase todos os artistas locais com destaque para sua banda instrumental, a banda officina. no rio tem trabalhos feitos com artistas do nível de: cesar camargo mariano, maria bethania, leny andrade, boca livre, lobão, flávio venturini, jane duboc, entre outros. a quase 20 anos faz a bateria e percussão do cantor lenine. Nesse ano lançou seu segundo cd, NEM SAMBA NEM SANDRA NEM MAR, onde todas as composições são suas em parceria com o letrista Marcus Dias. Nos dois cds, além de compositor PANTICO ROCHA canta e toca bateria e percussão. O próximo projeto é a gravação do seu cd instrumental, já que as músicas estão praticamente prontas.
Robson Lima iniciou-se na música ainda criança, como autodidata, tocando Flauta Doce. Aos doze anos começou a ter suas primeiras lições de teoria musical e Trompa na escola de música de Maranguape-Ce, cidade em que foi professor de trompa e flauta doce. É graduando do curso superior de Música da universidade estadual do Ceará (UECE), foi integrante do grupo Syntagma e vencedor, como trompista, do concurso internacional de jovens solistas no festival internacional Eleazar de Carvalho. É o trompista principal da orquestra Sinfônica da UECE, realizou concertos como solista na Orquestra de Câmara Eleazar de Carvalho. Em 2011 foi selecionado como bolsista para o conservatório de Briançon - França, em 2012 foi convidado para o solar concertos, com a Orquestra Sinfônica dos Alpes do sul - França. Atualmente, é o trompista principal da Orquestra sinfônica do Conservatório de Briançon, trompista principal da Orquestra Sinfônica dos Alpes do Sul (OPUS) e Integrante do Grupo de Metais ALPIBRASS, na França.

Thiago Rocha iniciou sua formação musical em Saxofone aos 13 anos de idade, na banda do Colégio Pe. João Piamarta sob-regência do maestro Costa Holanda. Depois, por formação autodidata aprendeu a tocar Flauta Transversal. Em 2005 viajou em turnê, pelo norte da Itália, como aluno da Banda de Sopros do Piamarta e, em 2007, foi contemplado com uma bolsa de estudos no Centre D'enseignement Artistique du Briançonnais, na cidade de Briançon, na França. Foi monitor do Curso de Saxofone (teoria e prática) em duas edições do Festival de Música Popular da Ibiapaba, em parceria com os professores Carlinhos Ferreira e Márcio Resende. Recentemente participou das gravações do DVD do Evaldo Gouveia e Cainã Cavalcante e do CD autoral de sua banda, Groovytown; que serão lançados até o final desse ano. Atualmente, integra às bandas Groovytown, Tow in e Marajazz. Thiago é estudante de Música e faz Bacharelado em Saxofone na Universidade Estadual do Ceará, UECE. Seu estilo musical tem como influência os saxofonistas Jonh Coltrane, Michael Brecker, Bob Mintzer e o brasileiro Marcelo Martins. Desde o ano passado, o músico vem realizando shows instrumentais em Fortaleza, com um repertório de músicas de grandes saxofonistas como Victor Assis Brasil e Michael Brecker, além de composições próprias.
Músico autodidata, Thiago Almeida começou sua carreira em 2005, quando fundou o grupo 'Cabeça de tejo”, onde experimentou suas primeiras composições junto com Bernardo Duque Estrada, trabalho que resultou em um CD/DVD. Em 2008, integrado no quarteto cearense Marimbanda junto com Luizinho Duarte, Miqueias dos Santos, Heriberto Porto, faz uma turnê pelo Brasil, França e Bélgica. Tocou no Festival Altitude Jazz Festival em Briançon na França (Alpes), Le Comptoir du Jazz em Bordeaux(Franca), Jazz Station em Bruxelas(Belgica), Festival Jazz e Blues de Guaramiranga e fez turnê Nordestina pelo projeto BNB de Cultura. Destaca-se em trabalhos com: Aroldo Araujo(CE), Marcio Resende (RJ), Simone Guimarães (SP) na Virada Cultural, Sandra Duaillibe (DF), Mariana Leporace(RJ), Breculê(CE),Di Estefano (RN), Raimundo Fagner (CE), Arthur Maia(RJ). Atualmente, em meio aos trabalhos de pesquisa, bem como as aulas que acontecem em sua casa e oficinas pelo nordeste, também como arranjador e compositor, o multi-instrumentista se desenvolve e se mostra vivo à sua busca a qual classifica Música Universal. Prometendo o seu primeiro disco solo (Forró Real) para 2013. Assim harmoniza, assim progride e, em dias onde a superficialidade soa comum aos ouvidos desatentos, Thiago nos presenteia com a sinceridade, o respeito e a coerência de um verdadeiro artista.
Atrações

Nascido em Fortaleza, Marcos Lessa iniciou sua carreira aos 17 anos quando lançou o CD "Olhares da Vida", em parceria com a cantora e compositora Clarissa Araripe. Em 2010, inicia trabalho com o renomado instrumentista cearense, Manassés de Souza, com quem realizou shows de tributo ao grupo de compositores que ficou conhecido como Pessoal do Ceará (Fagner,Belchior, Ednardo, dentre outros). Nesse mesmo ano, em parceria com o publicitário e letrista Ricardo Alcântara lança seu segundo CD "Luzazul". Nesse álbum nota-se um amadurecimento da voz do cantor com relação ao seu primeiro trabalho. O ano de 2011 é marcado pelo crescimento na quantidade de shows realizado por Marcos Lessa, dentre eles vale destacar o Festival UFC de Cultura, onde abriu o show do Grupo Tarancón, o Festival de Humor de Maranguape, no qual cantou antes de Chico Cesar e o show de aniversário de 285 anos de Fortaleza realizado na Beira Mar, onde Marcos abriu o show da baiana Daniela Mercury para um público de mais de 40mil pessoas. Em 2012, Marcos Lessa é agraciado com o troféu de "melhor interprete por aclamação popular" no I Festival da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará - o que lhe garantiu grande reconhecimento dentro do Estado.




 
 
 

Nenhum comentário:

Vídeo de Zeca Zines no You Tube - Sensacional!