sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Belchior - Um Concerto a Palo Seco


Dia desses me deu uma saudade danada de ouvir o grande Belchior. Fui até minha estante de CDs e creio que a escolha não poderia ter sido melhor. Escutei o disco “Um concerto a palo seco” que traz versões acústicas dos maiores sucessos do bardo cearense sendo acompanhado apenas pelo violão cristalino e vigoroso do músico mineiro Gilvan de Oliveira. Gravado no estúdio Bemol, em Belo Horizonte, o CD tem aquele jeito de show intimista em que o artista seleciona suas canções mais marcantes e cria novas versões e arranjos que as vezes superam a gravação original.

Lá estão todos os grande sucessos do compositor como “Velha roupa colorida”, “Medo de avião”, “Galos, noites e quintais”, “Na hora do almoço” e tantas outras. “Mucuripe”, a mais conhecida parceria de Fagner e Belchior, que já teve tantas versões diferentes está emocionante nessa gravação de Bel.

Depois de ouvir o disco, cantando junto cada faixa, senti uma sensação estranha de vazio. Com essa sua saída de cena voluntária e intrigante, Belchior deixa na gente uma saudade que parece que não tem fim. Deve ser algo parecido com isso que as pessoas que tem algum ente querido dado como “desaparecido” deve se sentir. Parece que a pessoa morreu, mas ao mesmo tempo a gente sabe que não, então fica aquela dúvida se alguma vez teremos a alegria de ver os famosos rodopios e os “uaus” entre as canções nos shows ao vivo, ou se isso ficou lá atrás e virou história. Outra frustração que tenho e acredito que os fãs de Belchior compartilhem isso comigo, é que não há sequer um registro dele em DVD. Enquanto tantos grupos e artistas inexpressivos e efêmeros - que não fariam nenhuma falta se sumissem do mapa - tem tantos DVDs, é triste a gente não ter nenhum de um compositor tão competente e de tanta importância na MPB.

Tomara que algum dia Belchior consiga resolver os problemas que o fizeram se afastar e volte a nos presentear com seus shows especiais. Quem já assistiu algum, sabe do que estou falando. Belchior é ótimo em disco, mas seus shows são de “primeira grandeza”.

CD BELCHIOR E GILVAN DE OLIVEIRA – UM CONCERTO A PALO SECO

1- De primeira grandeza (Belchior)
2- Pequeno mapa do tempo (Belchior)
3- Velha roupa colorida (Belchior)
4- Medo de avião (Belchior)
5- Paralelas (Belchior)
6- Galos, noites e quintais (Belchior)
7- Na hora do almoço (Belchior)
8- Alucinação (Belchior)
9- Tudo outra vez (Belchior)
10- Mucuripe (Fagner/Belchior)
11- Divina comédia humana (Belchior)
12- A palo seco (Belchior)


Para amenizar a saudade:

Nenhum comentário:

Vídeo de Zeca Zines no You Tube - Sensacional!