domingo, 9 de maio de 2010

LP "Há sempre um nome de mulher"- Vários


Uma das coisas mais gratificantes que pode acontecer com um colecionador é encontrar um disco que ele nem sabia que existia e, melhor ainda, esse disco ter uma faixa inédita cantada pelo seu artista preferido. Isso aconteceu comigo quando achei o LP duplo “Há sempre um nome de mulher”. Lançado em 1987 pelo Banco do Brasil – aliás, os discos feitos por empresas são sempre uma boa surpresa. Algumas vezes as músicas são apenas os mesmos fonogramas originais, mas outras são gravações exclusivas – com direção de Ricardo Cravo Albin e coordenação geral da ArtPlan, o projeto visava angariar fundos para o Programa de Aleitamento Materno da então LBA.

A idéia do disco duplo era reunir canções com nomes de mulheres ou ainda canções que falassem sobre determinada mulher. Um elenco de grandes nomes foi reunido e as gravações são exclusivas desse projeto que contou com a participação de 33 intérpretes e 80 músicos. Os arranjos e regência foram do Maestro Orlando Silveira e Maurício Tapajós trabalhou na produção.

Dividido em blocos, o disco reuniu as músicas que falam das “mulheres-musas”, “mulheres dos festivais de música”, “mulheres da boemia”, “mulheres dos carnavais”, “mulheres das Américas”, “mulheres submissas” e “mulheres sertanejas”, onde está a gravação de Xanduzinha, de Humberto Teixeira e Luiz Gonzaga, na voz de Fagner. Ele só viria a gravar esta faixa outra vez no CD feito em homenagem à Humberto Teixeira e gravado ao vivo - “O Doutor do Baião”- lançado em 2002. Na imagem ao lado, detalhe retirado do encarte do disco.

Outro cantor/compositor cearense que está presente no disco é Gilberto Milfont que foi muito popular nos anos 50 e passou a viver no Rio de Janeiro, onde se tornou funcionário público, mas sempre esteve ligado à música.

Entre os grandes nomes que participaram do projeto estão: Elba Ramalho, Tom Jobim, Nana Caymmi, Chico Buarque e Cauby Peixoto,.

Um verdadeiro achado esse LP, o que me fez ficar sempre de olho nos discos de empresas e verificar sempre a listagem das músicas e quem canta. Foi assim que eu encontrei outro disco, desta vez um CD, com músicas inéditas e participações de Fagner e Zeca Baleiro, mas como diz o Charles Gavin em seu programa “O som do Vinil ”, “aí já é uma outra estória” e outra hora eu falo desse CD.


LP DUPLO – HÁ SEMPRE UM NOME DE MULHER – BANCO DO BRASIL - 1987

DISCO 1:

Lado A

1- Mulher (Custódio Mesquita/Sady Cabral) – Cauby Peixoto
2- Maria (Ary Barroso/Luiz Peixoto) – Tito Madi
Lígia (Tom Jobim) – Lúcio Alves
Marina (Dorival Caymmi) – Nana Caymmi
Maria Betânia (Capiba) – Maria Bethânia
Nanci (Bruno Arelli/Luiz Lacerda) – Cauby Peixoto
Rosa Morena (Dorival Caymmi) – Nana Caymmi
Dora (Dorival Caymmi) – Citação orquestral
3- Laura (Alcyr Pires Vermelho/João de Barro) – Carlos José
4-Jou Jou e Balangandãns (Lamartine Babo) – Miúcha e Bebel Gilberto
5-Luiza (Tom Jobim) – Tom Jobim

Lado B

1- Etelvina (Acertei no milhar) (Wilson Batista/Geraldo Pereira) – João Nogueira
2- Clementina de Jesus (Clementina cadê você ?) (Elton Medeiros) – Paulinho da Viola
Clara Nunes (Guerreira) (Paulo César Pinheiro/João Nogueira) – João Nogueira
3- Dalva e Elis (Voz Unida) (Maurício Tapajós/Paulo César Pinheiro) – Sonia Santos
4- Beth Carvalho (Enamorada do sambão) (Martinho da Vila) – Beth Carvalho e Martinho da Vila
5- Maria Helena (Lorenzo Barcelata-Versão: Haroldo Barbosa) – Tito Madi
Yolanda (Pablo Milanês – Versão: Chico Buarque) – Sonia Santos
6- Ana Maria (Biquíni de bolinha amarelinha –Pockriss/Vance – Versão: Hervê Cordovil) – Preme
7- Rosinha (Própria/Guido de Moraes/Luiz Gonzaga) – Tom da Bahia
8-Xanduzinha ( Humberto Teixeira/Luiz Gonzaga) – Fagner
9- Juliana (Antonio Adolfo/Tibério Gaspar ) – Marisa Gata Mansa

DISCO 2

Lado A

1-Luciana (Cantiga por Luciana) (Paulinho Tapajós/Edmundo Souto) – Pery Ribeiro
Helena (Helena Helena Helena (Alberto Landi) – Lucio Alves
Carolina (Chico Buarque) – Chico Buarque
2- Teresinha (Chico Buarque) – Marisa Gata Mansa
3- Emília (Wilson Batista/Haroldo Lobo) – Pery Ribeiro
A mulher que é mulher (Armando cavalcanti/Klecius Caldas) – Ângela Maria
Amélia (Ai, que saudades da Amélia) (Ataulfo Alves/Mário Lago) – Pery Ribeiro
Mulher de malandro (Heitor dos Prazeres) – Ângela e Cauby
4- Doralice (Dorival Caymmi/Antonio Almeida) – Danilo Caymmi
5- Rita (A Rita) (Chico Buarque) – Emílio Santiago
6- Conceição (Jair Amorim/Dunga) – Cauby Peixoto

Lado B

1-Dolores Sierra (Wilson Batista/Jorge de castro) – Nelson Gonçalves
Maria Rosa (Lupicínio Rodrigues/Alcides Gonçalves) – Elizeth Cardoso
Dama do Cabaré (Noel Rosa) – Martinho da Vila
2- Chica da Silva (Anescar/Noel Rosa de Oliveira) – Dona Ivone Lara
Carmem Miranda (Alô Alô, Taí Carmem Miranda) (Maneco/Wilson Diabo/Heitor) – Dona Ivone Lara
3-Hino do Carnaval Brasileiro (Lamartine Babo) Citação – Coral
Luzia (Anda, Luzia) João de Barro) – Braguinha
Florisbela (Nássara/Frazão) – Gilberto Milfont
Aurora (Mário lago/Roberto Roberti) – Violeta Cavalcante
Chiquita Bacana (João de Barro/Alberto Ribeiro) – Emilinha Borba
Eva (Haroldo Lobo/Milton de Oliveira) – Marlene e Emilinha
Maria Escandalosa (Klecius Caldas/Armando Cavalcanti) – Marlene e Emilinha
Maria Candelária (Klecius Caldas/Armando Cavalcanti) – Emilinha e Marlene
Rosa Maria (Aníbal Silva/Éden Silva) – Roberto Silva
Dolores (Marino Pinto/Alberto Ribeiro/Marques Jr) – Violeta Cavalcanti
Odete (Dunga/Herivelto Martins) – Gilberto Milfont
Helena, Helena (Antonio Almeida/Constantino Medeiros) – Roberto Silva
Madalena (Ary Macedo/Ayrton Amorim) – Elba Ramalho
Izaura (Herivelto Martins/Roberto Roberti) – Elba Ramalho


2 comentários:

azul-piscina disse...

Olá
Foi lançado tb um disco vinil so cantado por mulheres. Você conhece?
E esse LP do seu post vc sabe onde encontrar? Vou te dar meu email e vc responde se for possivel: risoletabenner@gmail.com
Obrigada

Angelo Augusto Cendretti da Silva disse...

LP Há Sempre um Nome de Mulher / ÁLBUM COMPLETO

https://www.youtube.com/watch?v=5eFVIKqQjXs&feature=youtu.be&a=

Vídeo de Zeca Zines no You Tube - Sensacional!