terça-feira, 17 de novembro de 2009


O samba pede passagem

Diante da construção poética do festejado Caetano Veloso, “Desde que o samba é samba é assim”, eis que se abre um leque de interpretação para o significado da palavra SAMBA.

Em show intitulado O Samba de Passagem no Acervo Imaginário dia 21(sábado) a atriz Andréa Piol deixa aflorar sua afinidade com o gênero, se fazendo acompanhar da nova geração de músicos e da velha e respeitada guarda do cenário sambista de Fortaleza, quiçá do Brasil.


Incursionando sobre a obra de Pixinguinha, o grupo faz reverência ao batuque originado no terreiro da Tia Ciata com “Batuque na cozinha”. Tem ainda a brasilidade americanizada de Carmem Miranda com “E o mundo não se acabou”. Ary Barroso pede passagem com sua “Camisa amarela” anunciando a influência do jazz no ritmo brasileiro. Além da malandragem carioca vai passar pelo palco a malemolência da Bahia com o coração apaixonado de
Dorival Caymmi pela “Vizinha do lado” e sem preguiça de chegar na Maracangalha” pra comer “Vatapá”. Noel Rosa, Cartola, Geraldo Pereira, Paulinho da Viola, Chico Buarque de Holanda, João Nogueira, Clara Nunes, Martinho da Vila, Silas de Oliveira, Adoniram Barbosa também chegam pedindo passagem.

Andréa Piol convida o público pra um autêntico samba de raiz; a proposta é sambar, ouvir, cantar e tocar junto com o grupo formado por David 7 Cordas, Chico do Cavaco, Luiz Fernando, Vevêu e Paulo Rubens
. Shaloon(Samba da Gente) é convidado para passar com sua voz peculiar que nos conduz à época do rádio. Outro convidado de peso, Felipe Araújo (Unidos da Cachorra) se junta ao grupo com a pós-modernidade advinda das escolas de ritmistas das agremiações carnavalescas.


Serviço:
O Samba Pede Passagem, com Andréa Piol.
Sábado, dia 21 de novembro, às 22:00h.

Acervo Imaginário (Rua José Avelino 226, no Centro Cultural Dragão do Mar).

Nenhum comentário:

Vídeo de Zeca Zines no You Tube - Sensacional!