sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Fagner - Uma canção no rádio

Neste ano em que completa 60 anos de vida e quase 40 de carreira, Raimundo Fagner lança um CD em que confirma sua capacidade de renovação e de estar sempre antenado com o que acontece à sua volta. Com produção em parceria com Clemente Magalhães - jovem e talentoso produtor carioca - Fagner mostra em “Uma canção no Rádio” uma de suas principais características que é lançar novos compositores, em especial seus conterrâneos. Seria difícil alguém fora do estado nordestino ouvir falar em Oliveira do Ceará, mas hoje ele já é um nome nacional. Com 3 canções de autoria do compositor cearense – uma delas com a intervenção de Gabriel, o Pensador – Fagner registra a obra desse ótimo compositor, assim como fez antes com o poeta Francisco Carvalho.

Com uma banda inteiramente nova ( mas com a participação de Ítalo Almeida em duas faixas e de Tuco Marcondes em outra) , o novo disco traz uma sonoridade diferente e moderna ao trabalho de Fagner, ao mesmo tempo em que ele continua a resgatar belos trabalhos nordestinos como por exemplo a deliciosa “Flor do Mamulengo”, de Luiz Fidélis, gravada originalmente por Abdoral Jamacaru, o excelente compositor do Cariri.

Um outro momento muito especial do novo CD é a muito bem vinda parceria com o genial Chico César – Farinha Comer – O nome ficou meio estranho, deveria ter permanecido com o nome original que era “Casa de Farinha”, mas nada que tire o brilho da letra maravilhosa e que permite várias interpretações. Um belo registro e que venham novas parcerias.

Mais uma vez (que bom!) Zeca Baleiro está presente em um trabalho de Fagner e a faixa título do disco “Uma canção no Rádio” tem um refrão que tem tudo para ser o que chamam de “chiclete mental” , você aprende e aquilo gruda no seu ouvido que você repete instantaneamente. É o caso de “Tudo se desfaz, vida leva e traz/Fica só o pó da estrada/Que o céu me roube a luz/ Mas me reste a voz /Na noite calada” .

Outra que tem muita chance de pegar, se tocar na rádio, é “Me dá meu coração” de Accioly Neto. Nos shows ela tem uma boa resposta do público, que já sabe o refrão também.

Fagner acertou em cheio com o seu novo CD (apesar de eu não ter entendido o porque de incluir “Muito amor”, já gravada anteriormente). Mesmo sendo no formato digi-pack - a embalagem econômica mais usada atualmente - o disco tem um belo trabalho gráfico, com caixa, encarte e abrindo em três partes. Ponto para o grande Fagner que comemora em plena forma seus 60 anos de vida e outros tantos de uma carreira contínua, coerente e acima de tudo de muito sucesso junto ao seu público fiel e também com os novos fãs que ele conquista a cada dia.


RAIMUNDO FAGNER – UMA CANÇÃO NO RÁDIO – 2009

1- Muito amor (São Beto)
2- Regra do amor (Oliveira do Ceará)
3- Sonetos (Domer)
4- Uma canção no rádio (Filme antigo) (Fagner/Zeca Baleiro)
5- Martelo (Oliveira do Ceará/Adamor/Gabriel, o Pensador)
6- Me dá meu coração (Accioly Neto)
7- Flor do mamulengo (Luiz Fidélis)
8- Farinha comer (Fagner/Chico César)
9- Amor infinito (Oliveira do Ceará)
10- A voz do silêncio (Fagner/Fausto Nilo)

Nenhum comentário:

Vídeo de Zeca Zines no You Tube - Sensacional!