domingo, 19 de outubro de 2008

Festival Abertura - 1975

No mesmo ano em que comemorava 10 anos de sua fundação, a Rede Globo decidiu realizar mais um Festival de Música Brasileira e deu-lhe o nome de Abertura. O ano era 1975 e o festival trouxe nova luz a nomes já conhecidos na MPB como Jards Macalé, mas também revelou outros artistas que começavam suas carreiras e que nas décadas seguintes se tornariam ícones da nossa música como Alceu Valença, Walter Franco, Luiz Melodia, Carlinhos Vergueiro, Djavan e o cearense EDNARDO que classificou entre as finalistas a instigante e bela VAILA, uma parceria sua com o poeta Brandão.
O LP “Abertura” que registrou as 12 músicas finalistas traz a gravação de Vaila por Ednardo que regravaria a canção no ano seguinte, no seu LP Berro.

A canção Vaila também foi interpretada por Raimundo Fagner em um show na Alemanha, em 1978. A versão tem mais de 5 minutos e como sempre faz, Fagner imprime sua marca e faz com que a sua interpretação seja antológica.


ABERTURA – FESTIVAL DA NOVA MÚSICA BRASILEIRA – 1975

Lado A

1- Tamanco malandrinho (Tom e Dito) – voz: Tom e Dito
2- Como um ladrão (Carlos Vergueiro) – voz: Carlinhos Vergueiro
3- Vou danado pra Catende (Alceu Valença/Ascenso) – voz: Alceu Valença
4- Antes que eu volte a ser nada (Leci Brandão) – voz: Leci Brandão
5- VAILA (Ednardo/José Brandão) – voz: EDNARDO
6- Bem te viu (Jorge Mautner/Nelson Jacobina) – voz: Jorge Mautner

Lado B

1- Ébano (Luiz Melodia) – voz: Luiz Melodia
2- Ficaram nus (Cartier e Burnier) – voz: Cartier e Burnier
3- Fato consumado (Djavan) – voz: Djavan
4- Muito tudo (Walter Franco) – voz: Walter Franco
5- O tempo (Reginaldo Bessa) – voz: Reginaldo Bessa
6- Princípio do prazer (Jards Macalé) – voz: Jards Macalé

4 comentários:

Vânia Costa disse...

É muito interessante puxar dessa memória longínqua do Festival da Nova Música Brasileira, de 1975! Qualquer bom apreciador de música é também conhecedor da música que se faz (e fez) no Brasil. A verdade é que, dos beats mais chillout à música mais tradicional e à sertaneja, há muita música para todos os gostos. Recentemente encontrei essa rádio e, desde então, estou grudada nela:
http://cotonete.clix.pt/ouvir/radios/tematica.aspx?id=6

Dil disse...

Olá.
Em uma pesquisa, acabei por chegar em seu blog, não queria deixar de registrar minha experiência com o Festival Abertura que tive a felicidade de assistir ao vivo, não estou nada novo, rss. Na verdade os resultados deste evento foram extremamente decepcionantes,(como na grande maioria dos festivais) a vencedora "Como um Ladrão" do Vergueiro, não chega a ser uma canção ruim, mas em nada de novo acrescentou à proposta do festival. Ednardo fez bonito, assim como Alceu e o outro nordestino até desconhecido Djavan. Torci incansávelmente por Cartier e Burnier com "Ficaram Nus", linda canção, mas hoje me pego re-ouvindo as finalistas e nada mais vanguarda e longe do main stream da época como o Muito Tudo de Walter franco, ninguém o entendeu, deu no que deu. Ali o Nordeste apareceu nacionalmente, o que salva o evento, no mais, nos deu Luiz Melodia e isso cá pra nós já basta.
Abraços

CASALI disse...

Vivo procurando para comprar ao menos alguns minutos das dez fases do festival as quais assisti no gargarejo pois meu pai era o pianisto da orquestra. Ele acompanhou inúmeros participantes. Na época não nos preocupamos em gravar. Hoje vcs não sabem a falta que me faz ver meu pai tocando um pouquinho ao menos. Peço ajuda no que puderem. Atenciosamente
Mário Casali Filho

Klaudia Alvarez disse...

Casali,

Me escreve em klaudia.alvarez@gmail.com para que a gente combine o envio de um CDr com a gravação desse LP para vc, OK ?

Vídeo de Zeca Zines no You Tube - Sensacional!