terça-feira, 17 de junho de 2008

Marcus Francisco - Exposição em Fortaleza

Desenho de Marcus Francisco - Reproducão

Marcus Francisco viveu apenas 30 anos, mas em sua curta existência deixou uma obra artística de muita qualidade. Seu papel, na música cearense, foi fundamental para o início de carreira de um dos artistas mais representativos do Ceará: Raimundo Fagner. Colega de classe de Fagner no colégio, Marcus Francisco compôs com ele as duas primeiras músicas que Fagner colocou em festivais e que o animaram a lutar por sua carreira de cantor/compositor. São elas NADA SOU , que venceu o festival da música cearense, em 1968, promovido pelo Jornal O Povo e LUZIA DO ALGODÃO, que ficou entre as 12 finalistas do festival AQUI NO CANTO, em 1969, e que foi a primeira música de Fagner gravada. No disco do festival quem a interpreta é a maestrina Izaíra Silvino.

Já nas artes plásticas, Marcus Francisco produziu mais e são esses trabalhos que o Centro Cultural Banco do Nordeste de Fortaleza exibe de hoje até o dia 22 de julho para visitação do público. Uma exposição imperdível e uma oportunidade única de se conhecer esse artista cearense que apesar da tão curta trajetória, espalhou seu talento pelo mundo, tendo vivido em Nova York, onde colocou no mercado muitos trabalhos.

Ao que tudo indica, também em suas incursões pelas artes plásticas, Fagner sofreu muita influência de Marcus Francisco. Repare no desenho ao lado, de autoria de Fagner, como tem a ver com o desenho acima, de Marcus Francisco.

Desenho de Raimundo Fagner


Serviço:

O Centro Cultural Banco do Nordeste-Fortaleza (Rua Floriano Peixoto, 941 – Centro – fone: (85) 3464.3108) abre nesta terça-feira, 17, às 19 horas, a exposição “Marcus Francisco, a Aventura do Traço”, com curadoria de Dodora Guimarães. Gratuita ao público, a exposição fica em cartaz até o próximo dia 22 de julho (terça-feira a sábado, de 10h às 20h; e domingo, de 10h às 18h).

Nenhum comentário:

Vídeo de Zeca Zines no You Tube - Sensacional!