terça-feira, 21 de agosto de 2007

Feira da Música 2007


A Av. Monsenhor Tabosa, localizada na Praia de Iracema, em Fortaleza, é uma espécie de Rua Teresa de Petrópolis. Com muitas lojas de confecções, malhas e artesanato, é uma rua muito visitada pelos turistas. No final dessa avenida, é que fica o Centro de Negócios do SEBRAE, onde ficou concentrada a maioria das atividades da Feira da Música que aconteceu na capital cearense de 15 a 18 de agosto. Os estandes que se concentraram no salão principal eram os de vendas de instrumentos musicais, luthiers e os de gravadoras independentes com seu acervo de CDs. No salão na parte de baixo do prédio estava localizado o “feirão da música” com os estandes de vinil e CDs usados. Uma verdadeira farra e clima de festa para quem gosta de música e de discos. Simultaneamente foram realizadas oficinas e shows em diferentes pontos da cidade. Um total de 85 shows, divididos em 5 palcos, todos com entrada gratuita.

Foram quatro dias de muita troca de informação e sobretudo novos contatos. A rádio Universitária FM estava presente na Feira, transmitindo ao vivo e entrevistando os artistas que por lá passavam. Alceu Valença marcou presença no primeiro dia, pois ele participaria do show de gravação do DVD de Cacau Brasil que foi realizado no Anfiteatro do Dragão do Mar. Outras entidades ligadas à produção independente e que estiveram representadas na Feira foram a Paulus Gravadora (SP), A Modo Maior (CE), Ascemus (CE), Pôr do Som Produções (SP), Agência Cultural Sebrae (RN), entre outras.

Também foram realizadas palestras com temas ligados à produção e à divulgação cultural.

Os shows foram uma verdadeira maratona para quem tem muito fôlego e fome de música. Os ritmos iam do rap e hip hop à música eletrônica, ao samba de gafieira, ao forró pé de serra , aos cocos e cirandas, ao rock, ao heavy metal, enfim , um pouco de tudo para agradar a todos os gostos. Músicos do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Maranhão, Pará, Bahia, São Paulo, Alagoas, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí, Tocantins e até da Itália mostraram um verdadeiro caldeirão cultural e uma produção de qualidade.
Houve lançamentos de CDs como o da cantora paraibana Eleonora Falcone intitulado “Eu tenho um pedaço do sol que guardo comigo desde menina”. Eleonora faz “MPB caracterizada por um rico universo poético e musical “, conforme informa seu release.
O jornalista e pesquisador da cultura popular, Assis Ângelo também lançou o livro “Dicionário Gonzagueano de A a Z” com depoimentos de artistas sobre Luiz Gonzaga e revelações sobre a carreira do Rei do Baião.

Cacau Brasil, artista mineiro radicado no Ceará, aproveitou a Feira da Música e gravou o primeiro DVD de sua carreira no Anfiteatro do Dragão do Mar. O show contou com as participações de Alceu Valença e de Flávio Venturini que fizeram o público lotar as arquibancadas do anfiteatro.

A VI edição da Feira da Música de Fortaleza mostrou um grande painel da música independente e provou que o público está interessado em conhecer novas tendências e artistas que tem talento de sobra, mas que por motivos já conhecidos de todos, ficam longe da mídia. O Ceará, mais uma vez, foi a vitrine da grande arte brasileira: a nossa música. Que venham muitas edições mais da Feira da Música e que ela se espalhe por outras capitais do país. Todos só tem a ganhar.

Um comentário:

Fabrícia de Carvalho disse...

Olá, moro no Rio e sou produtora cultural. Gostaria de saber por qual e-mail podemos nos comunicar, pois produzo uma cantora cearense e gostaria que você a conhecesse. Meu e-mail é mariagattaproducoes@yahoo.com.br. Por favor me retorne a mensagem. Um abraço,
Fabrícia de Carvalho

Vídeo de Zeca Zines no You Tube - Sensacional!