quarta-feira, 27 de junho de 2007

Calé Alencar - Estação do Trem Imaginário

Em 1992 Calé Alencar lançou seu segundo LP, "Estação do Trem Imaginário". Nome importante da cultura cearense, Calé é produtor, compositor, cantor, e promove como poucos o Maracatu cearense. Responsável pela Equatorial Produções, já lançou trabalhos importantes como o projeto em homenagem a Lauro Maia e Patativa do Assaré.
"Estação do Trem Imaginário" foi lançado também em CD, junto com o primeiro disco de Calé: "Um pé em cada porto", de 1989.
As participações especiais nesse trabalho incluem Paulo Moura, Manassés, Lúcio Ricardo, o grupo Syntagma e Clara Alencar. A produção do disco é de Calé e Aurora Miranda Leão. O coro em duas faixas é composto por grandes nomes da música cearense: Amaro Pena, Ana Fonteles, Ângela Linhares, Chico Pio, Cristina Francescutti, Edmar Gonçalves, Fernando Néri, Isaac Cândido, Josie Daniel, Pingo de Fortaleza, Ricardo di Sousa, Régis e Rogério Soares e Zezé Fonteles.

CALÉ ALENCAR - ESTAÇÃO DO TREM IMAGINÁRIO

Lado A:
1-Chá de raiz (Calé Alencar)
2-Batuques e bantos (Calé Alencar)
3-Canoa quebrada (Calé Alencar/Carlos Pita)
4-Flor do bem querer (Calé Alencar e Ângela Linhares)
5-O tabajara (Euclides Silva Novo)
6-Trem de ferro (Lauro Maia)
Lado B:
1-A voz do cantor (Calé Alencar e Fernando Néri)
2-The fool on the hill (Lennon & McCartney)
3-Felicidade agora (Calé Alencar)
4-Duerme Niño Indio (Calé Alencar e Atahualpa Yupanqui)
5-Cidade nua (Calé Alencar/Celso Araújo)

Nenhum comentário:

Vídeo de Zeca Zines no You Tube - Sensacional!